domingo, 24 de maio de 2009

De Luz e Som




NAS TRANÇAS
DESSES CAMINHOS
QUE SE CRUZAM

SONHOS TANTOS
TECEM

ESCONDIDOS
PELOS CANTOS
DOS OLHOS RASOS

EM ÁGUAS QUE BANHAM
DESEJOS
QUE ME AQUECEM

LIMPANDO O PEITO
NO SENTIR
QUE EXALO

MAGIA
 ENCANTO
QUE EXPANDE

E JÁ NÃO GUARDO
O SOM E A LUZ
QUE INVADEM

FLUI NO AR
MEU SEMBLANTE

UM SORRISO 
TÍMIDO
DE CAMINHAR AO SEU LADO

MARIS

Um comentário:

Sacharuk (Audiverimus) disse...

Eu viajo nas tuas letras.

beijo