sábado, 6 de agosto de 2011

NEVE

FAZ FRIO
E CHEGO A LUGARES
PERDIDOS

COMO SE BUSCASSE UMA
MEMÓRIA DISTANTE

CENA NOSTÁLGICA QUE GELA OS POROS
COLORINDO
DE AZUL ACINZENTADO
QUASE ESQUECIDO
UM TEMPLO GUARDADO
AQUECIDO DE SONHOS...


Maris Figueiredo

Nenhum comentário: